Artista contemporânea

O nosso tempo está sempre em obras

Facebook Instagram
Nana Cunha

Arte abstrata

Arte Figurativa

Raio X

Jean-Michel Basquiat

30 de janeiro de 2017

Um artista qua viveu a intensidade do seu tempo…

Os traços fortes e as cores vibrantes são um marco da expressão deste americano,
que se fez ouvir através de suas telas

Grafiteiro, pintor neo-expressionista, seja lá a característica que se
queira dar, foi um talento único, que mostrou uma nova face da arte,
em seu pouco tempo de vida.

A Arte de Claudio Pastro

24 de outubro de 2016

Dedicado a arte sacra Claudio Pastro fez de suas obras uma reflexão à liturgia

Seu traço carrega a força de sua devoção!

O Brasil perdeu semana passada seu mestre da arte sacra,
Mas suas obras o representarão sempre!

Zaha Hadid

31 de março de 2016

Zaha Hadid

A forma, a arte, a alma.
O volume, o corpo, o traço.
O movimento, a liberdade, o encontro.
O talento na mais pura tradução.

Zaha Mohammed Radid, faleceu aos 65 anos,
matemática e arquiteta, foi a primeira mulher a receber o
Prêmio Pritzker de Arquitetura.
Seu trabalho possui um apelo escultural
que desafiou e mudou a arquitetura para sempre!

Nana

John Chamberlain

16 de março de 2016

Adoro a obra do John Chamberlain, artista americano,
que fazia uso das ferragens de carros velhos e outros metais descartados
para produzir suas esculturas!
Formas retorcidas, derretidas, amassadas, esticadas, prenssadas, foram convertidas
em lindas peças espalhadas pelo mundo!
Pra mim sempre uma fonte de inspiração quando me deparo com artistas que
reutilizam qualquer tipo de material para imprimir neles seu legado...

clique nas fotos para ver as obras por inteiro!

A Dama do Vermelho

13 de fevereiro de 2015

E de todas as outras cores, assim como das formas e do movimento.

Tomie Ohtake chegou ao Brasil aos 23 anos, com a desculpa
de visitar seu irmão, e porque também queria um tempo extra antes
do casamento que já estava sendo cogitado no Japão.
Com a guerra não voltou mais, conheceu Ushio Ohtake,
também japonês, com quem se casou e teve os filhos Ruy e Ricardo,
apenas com eles já crescidos, aos 39 anos é que começou a trabalhar.
Não parou mais!
Foram mais de 60 anos de trabalho dedicado à arte.
Pinturas, gravuras, xilografias, esculturas e monumentos públicos,
que carregam a marca delicada e impactante de suas formas e cores.

Começou com a arte figurativa,
mas o abstrato se tornou sua marca.

Aos 100 anos de idade pediu ao filho que colocasse sua cama no atelier,
para poder trabalhar assim que acordasse...e assim o fazia!
Trabalhava com peças pequenas, moldava suas formas,
imprimia-lhes movimento para que fossem reproduzidas mais tarde
em escalas maiores.
Alegria, liberdade, leveza, força e movimento foram transmitidas
por essa dama que deixa o Brasil órfão do seu talento
e também de tantos exemplos!

Seu corpo está sendo velado hoje, sexta feira 13/02/2015
no Instituto que leva seu nome em São Paulo.
Rua Coropés, 88 - Pinheiros - São Paulo

Nana

A Fotografia Impossível

3 de dezembro de 2014

Formado em engenharia da computação, o sueco
Erik Jonhansson utiliza a fotografia convencional,
misturada com o photoshop,
para realizar um trabalho pra lá de surpreendente.
Sem fazer uso de um banco de fotos, ele fotografa o local e seus
objetos escolhidos de vários jeitos, porém com a mesma luz,
criando assim uma base para realizar sua arte.
Surreal, irreverente e instigante, é o resultado do trabalho minucioso,
de um artista sensível, que diz que
"o você pode imaginar é o que você pode criar"…
E eu só posso concordar!

Clique nas fotos e sinta o impacto!
Eu adorei!!! E vc?
Nana

1 2 3
CATEGORIAS

Filtre os posts por categoria:


contato@nanacunha.com.br Uberaba - Minas Gerais - Brasil